sábado, 8 de setembro de 2012

Igreja e o desejo pelo poder!

Qual é a mente de quem começa um ministério? Seria uma mente com anseios para o reino de Deus?

A principio sim! O trabalho é pequeno ainda e não disperta grandes impressões da vizinhança, pois para eles é apenas mais uma porta de garagem transformada em igreja. Dependendo da mente de quem esta a frente desse trabalho, pode vir a ser uma grande ajuda para a alma das pessoas e das familias, como pode ser apenas mais um aprisco onde o gado é contado, as ovelhas tosadas, sua carne comida e seu sangue sendo sugado de varias maneiras. Quando a igreja é pequena todas contribuições são bem vindas, sejam elas grandes ou pequenas. Não há diferenciação!

Não estou escrevendo sobre algo que vem acontecendo somente nesse século neoapostólico, estou relatando algo que é tão antigo e promiscuo quanto a prostituição. Estou falando da sina pelo poder!

Poder que o dinheiro dá!
Poder que a multidão dá!
Poder que o dinheiro compra!
Poder que o dinheiro da igreja compra!
Poder que a familia assim como todos os dizimistas (ditos os que jogam muita grana no gasofilácio)
Poder que os dizimistas tem de terem seus pecados acobertados!
Poder que os musicos tem de serem intocaveis ( afinal onde arranjaremos outros)

Poder de calar (ou tentar) aqueles que questionam e deixam em saia justa os queridos intocaveis do reino do Jd Angela (SP), da Mooca, do Bras, do Bom retiro(SP), do bairro da Penha, no Rio de Janeiro e enfim, qualquer lugar onde essas situações ocorreram, ocorrem e por muitos anos vão continuar ocorrendo.

Foi se o tempo que a apologética era usada para defender a fé contra aqueles tentavam e tentam mina-la de fora para dentro e hoje, com grande tristesa temos que usar a apologéticas contra os proprios que professam, berram e "cheiram" o nome de Cristo.

Sã doutrina pra quem? "Não para minha familia que manda na igreja"
Retidão pra quem? "Não para minha familia que se sair, leva metade da igreja consigo"
Advertência pra quem? " Não para minha familia que pode cometer as maiores atrocidades e bizarrices teologicas."

Infelizmente o poder que a liderança da igreja detem, não é o de Atos 1 V 8, mas sim o poder da luxúria, do engodo, da perversidade, da violência, da permissividade. É triste ver o caminho que as igrejas, seus teólogos, seus blogueiros ditos "apologéticos" (Verdadeiros aliciadores) como o Geni$ah (Genizah) e tantos outros tomaram.

Bando de marketeiros, mercadores da fé on line (lobos disfarçados de cordeiro). E ainda chamam isso de cristianismo! No minimo isso é malandragem das bravas! Fique com seu poder, fique com seu dinheiro, fique com o dinheiro da igreja, fique com seus levitas sujos de prostituição da cabeça aos pés.

Pois eu fico com a simplicidade, com o anonimato e querendo uma vida caminhando ao lado de Cristo totalmente remido e sem a necessidade dessas alegrias terrenas.

Quem quiser que venha e segue-o,com o coração limpo e sem vãos poderes levianos.



0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é importante.
-Não Publicamos Criticas de anonimos. Quer criticar? identifique-se!

- Não use "CAIXA ALTA"

- Antes de comentar, tenha certeza de que você entendeu o que acabou de ler, para que possa fazer um comentário relevante e dentro do contexto.

-Posts com ofensas a usuários e ao blog não serão publicados.

Para os "Crentássos alienados"
-Se você vier com aqueles papinhos de "Não toqueis no ungido do Senhor"! Segue nossa resposta prontinha pra você.
http://oproponente.blogspot.com/2010/01/nao-toqueis-no-ungido-do-senhor.html

Comente e volte para ver a resposta.
Obrigado pela visita