segunda-feira, 7 de março de 2011

Rasgando verbos, não o Verbo

Um texto sem verbos. Inspiração de onde? Que motivação pungente!
Ora, da Renascer. Sim. E lá, o Verbo de João 1? Rejeitado, minha gente
Portanto, aqui versos sem verbo, mas com o Verbo. Algo bem diferente
A abordagem, o tema: certa igreja e de um estelionatário apóstolo “crente”

Esforço por dinheiro constante. Pregações com palavras efusivas e santas
Sagradas? Não! Corrompidas para o bel prazer e interesses dos pilantras
Nome de Jesus até citado. Nem tanto como do líder bufão e sacripantas
Estevam Hernandes. Denominado pai apostólico de alienados e muitas antas

Papito! Título de orgulho. Apóstolo, o pedestal de ouro. Ora, tudo isto: papelão
Escândalos. Nome sujo nas Justiças brasileiras e americanas. Nos EUA: prisão
Vergonha nos noticiários. Denúncia de roubos, mentiras, charlatanismo, corrupção
Prega Jesus, santidade, compromisso. Boca dissimulada. Necessidade: água e sabão

Puxa, que texto estranho! Editorial? Quase. Desabafo, mais precisamente
Após a prisão. Qual legado? Queda do telhado, filho hospitalizado em coma constantemente
Oficiais saíram, até o Kaká. Arrependimento deles? Que nada. Mentiras insistentemente
O final? Incógnita. Situação? Carro sem freio em desfiladeiro. Triste fim? Absolutamente

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é importante.
-Não Publicamos Criticas de anonimos. Quer criticar? identifique-se!

- Não use "CAIXA ALTA"

- Antes de comentar, tenha certeza de que você entendeu o que acabou de ler, para que possa fazer um comentário relevante e dentro do contexto.

-Posts com ofensas a usuários e ao blog não serão publicados.

Para os "Crentássos alienados"
-Se você vier com aqueles papinhos de "Não toqueis no ungido do Senhor"! Segue nossa resposta prontinha pra você.
http://oproponente.blogspot.com/2010/01/nao-toqueis-no-ungido-do-senhor.html

Comente e volte para ver a resposta.
Obrigado pela visita