domingo, 20 de março de 2011

Pare para pensar


Dou início à presente mensagem com a citação final de uma das mais geniais obras de Machado de Assis, que diz: “Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado da nossa miséria” (Memórias Póstumas de Brás Cubas, 1881).

O legal desta menção, é o fato de até hoje, não saber-se ao certo se tal afirmação é um simples dizer do personagem central do livro, ou se é indiretamente uma confissão do próprio autor, já que o próprio preferiu não ter filhos, com receio que viessem a nascer com o mal da epilepsia, doença que o afligia desde a infância.

Seja qual for a resposta à questão, tal na verdade expõe uma das mais destacáveis características de Machado de Assis como autor, brincar com as palavras de modo que a idéia central fique à livre interpretação do leitor. Isto é, leva a cada leitor a “pensar”, para que assim cada um, por si, possa a chegar à totalidade das mensagens retratadas no livro.

Fazer pensar, por sua vez, é estimular um dos mais belos dons que Deus deu ao homem, aquilo que o faz a sua imagem e semelhança, o raciocínio. Igualmente, de tal forma, há alguns anos atrás, tive o prazer de conhecer um determinado pastor daqui de Porto Alegre, o qual nome e nem a denominação vem ao caso. Todavia, aprendi muito com ele, no curto espaço de tempo em que acompanhei seus cultos. Mas nada de vastos conceitos teológicos ou ainda pomposas soluções hermenêuticas, antes com ele aprendi (ou redescobri) a importância do estudar/ pesquisar/ agregar conhecimento no nosso caminhar diário. Isto é, entender o que nos é ensinado, e não apenas aceitar “porque sempre foi assim”.

Via ele encima daquele púlpito se esforçando feito doido a fazer a sua igreja entender isto… Mas por incrível que pareça, notava explicitamente que a maioria ali não entendia o que ele queria dizer com tudo aquilo.

Outro exemplo ainda, o próprio Senhor Jesus, que muitas das vezes falava ao povo (e até a seus próprios apóstolos) por parábolas, que creio eu, principalmente para estimular aos seus seguidores a pensar e assim logo poderem compreender a plenitude de suas palavras. Como quem diz: “O que Ele quis dizer com tudo isso?” ou “Qual é a mensagem que tem por trás desta palavra?”

Pensar é examinar, entender a fundo, longe do intuito de duvidar ou de contradizer as coisas que foram anteriormente ditas ou determinadas, antes as compreender na sua real totalidade.

Entendestes isso?

Graça e paz,
Giovani Mariani

Publicado no Semente da Renovação divulgado em O Proponente.

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é importante.
-Não Publicamos Criticas de anonimos. Quer criticar? identifique-se!

- Não use "CAIXA ALTA"

- Antes de comentar, tenha certeza de que você entendeu o que acabou de ler, para que possa fazer um comentário relevante e dentro do contexto.

-Posts com ofensas a usuários e ao blog não serão publicados.

Para os "Crentássos alienados"
-Se você vier com aqueles papinhos de "Não toqueis no ungido do Senhor"! Segue nossa resposta prontinha pra você.
http://oproponente.blogspot.com/2010/01/nao-toqueis-no-ungido-do-senhor.html

Comente e volte para ver a resposta.
Obrigado pela visita