segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Um viva para a santa alienação!!!



Obviamente que não tenho motivos para comemorar o mal que mais afeta o brasileiro. A santa alienação.

Imagine um funcionario que trabalha na produção de armas de fogo sem saber pra que serve aquilo que ele esta montando. Sem saber os danos do que ele fabrica pode causar.

Assim é o povo brasileiro, que toma café, almoço e janta, sem saber o porque de muitas coisas.

Simplesmente obedecendo leis injustas, pagando impostos, sendo chamado de idiota de uma forma sutil /cortez, achando que esta sendo elogiado.
No fundo acho que a maioria dos brasileiros gosta de ser assim. De uma forma ou de outra financia bandidos.

Quer seja por votar em um "maluf/José Sarney"(sinonimo de ladrão), quer pelo seu silêncio diante da injustiça que o próximo sofre, ou por achar que, porque conseguiu comprar uma geladeira ou uma TV de Plasma que o Brasil esta melhorando. Coitado, mal sabe esse pai de familia, essa mãe que trabalha duro ,que seus filhos estão sendo massacrado por um sistema de ensino público que fabrica alfabetizados, mas não forma pensadores.

Que fabrica burros de carga e não homens e mulheres conscientes de seus direitos e deveres. A todo homem é válido requerer do GOVERNO/POLÍTICOS todas as satisfações que o GOVERNO cobra dele na mesma proporção.

O problema do brasileiro é unica e exclusivamente o seu "Jeitinho Brasileiro de ser" deixa que eu deixo, fura que eu furo, as famosas sindromes de "maria vai com as outras", sindrome de piolhos (que vai pela cabeça dos outros) e por aí vai.
Como queremos cobrar um governo menos corrupto sendo que na base as pessoas se corrompem por 50 Reais?
Se quase nos matamos (digo do metro aqui em SP) por causa de um lugar.
Como cobramos um humanismo que não temos?
Como cobramos uma postura que não temos?
A máxima que devemos nos tornar a mudança que queremos ver não e valida pra nós brasileiros?

Queremos começar uma revolução, mas não queremos confrontar nossa própria natureza pecaminosa no espelho e mais, diante de Deus.
Não acho correto pagar imposto para financiar uma guerra.

Não acho correto pagar R$ 3,00 para andar em vans aqui em São Paulo, com gente saindo pelas janelas, fazendo percursos de 20 minutos em uma hora só pra arrecadar mais.

Exigimos uma resposta do governo?
Não!

Exigimos uma postura de nós mesmos, de que se algo que o governo impõe como lei (injusta), e isso vier a violar nossa consciencia, que se viole a lei (injusta), afinal uma lei injusta não é lei alguma.

A resposta da Igreja será dura.
Imagine um boicote de católicos e evangélicos aos transportes publicos?
Eu sei que isso assusta vocês (GOVERNO). Agora imagine uma população inteira independente de credo, filosofia, raça ou religião, boicotando esse sistema politico corrupto e falido.

Temos homens que não tem medo de serem lançados na prisão, pois podem até prender nossos corpos, não as nossas convicções. Podem costurar nossa boca, mas nossa alma está livre.
O governo que se preocupe pois viveremos plenamente o significado do nome eclésia. Não nos importando se as pessoas acreditam ou não no que cremos.
Somos humanos, não somos bichos loucos pelo poder como muitos no poder o são!
Não precisamos de violência, temos a arma mais poderosa do mundo.

A nossa fé, as nossas convicções, a nossa crença na regeneração do ser humano.
E é por essa crença que pessoas, não instituições fazem por amor e não por conveniência aquilo que é trabalho de vocês politicos.

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é importante.
-Não Publicamos Criticas de anonimos. Quer criticar? identifique-se!

- Não use "CAIXA ALTA"

- Antes de comentar, tenha certeza de que você entendeu o que acabou de ler, para que possa fazer um comentário relevante e dentro do contexto.

-Posts com ofensas a usuários e ao blog não serão publicados.

Para os "Crentássos alienados"
-Se você vier com aqueles papinhos de "Não toqueis no ungido do Senhor"! Segue nossa resposta prontinha pra você.
http://oproponente.blogspot.com/2010/01/nao-toqueis-no-ungido-do-senhor.html

Comente e volte para ver a resposta.
Obrigado pela visita