sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

ESTA VIDA É A ÚNICA CHANCE QUE TEMOS


O que está no porão da alma de cada ser humano precisa ser mostrado. Ninguém consegue ficar bem ao viver de aparência – dizer que algo está tudo bem, com um falso sorriso, faz mal. Com este sentimento, muitas pessoas podem ser enganadas. Apesar disso, deve doer saber da verdade, que ninguém pode saber, para não manchar a aparência da bondade que esconde todos os medos agravados pela nossa imensa solidão.
Quase todos os dias me pego pensando no que Deus me deu enquanto prioridade de vida. Mesmo não tendo com quem falar – quase sempre por não querer – ainda tenho muito a dizer. Preciso ter mais amor. Quem diz muito que tem amor nem sabe do que se trata o maior dom que qualquer pessoa pode ter. Qual é o dom de Deus que pode habitar em nossa carne? No espírito pode até ser… Nosso corpo é templo Dele… O que temos a dizer através de nossas forças? O que podemos fazer se nascemos com o desejo de eternidade em nosso mortal coração? Todos os dias peço para que Ele faça com que minha vida seja única aqui na Terra…
A chuva ainda esconde as minhas lágrimas. Estou esperando a volta de Cristo. O amor Dele é que me faz crescer. Apenas desta forma dá para vencer os medos mais profundos. São as angústias que apenas nós e Deus conhecemos, mesmo que estejam bem escondidas em nossas fraquezas. A doce voz de Cristo… Apenas com Seu jeito único, assim consigo vencer os medos que servem para me afastar do amor que vem dos céus. Não dá para querer viver sem conseguir vencer o pecado que insiste em invadir o coração. Quando não consegue por um lado, tenta por outro. Se não é pelo dinheiro ou do poder, aparece na figura da mulher estranha ou do homem mal intencionado. A única coisa que podemos ter certeza em nossa vida terrena é que vai aparecer o que pode ter o poder de nos afastar de Deus, se dermos espaço. Ainda bem que existe uma herança que chega até nós, avisando sutilmente quando estamos em perigo de cair. Mesmo neste mundo podre e insensato – não dá para negar que a situação é desesperadora – temos a chance de viver junto ao Espírito Santo.
Por incrível que pareça Ele chega nos momentos em que esperamos – Deus é educado para fazer aquilo que pedimos e permitimos. Ao mesmo tempo Ele consegue nos trazer quesitos indispensáveis de qualidade de vida. Mesmo assim o modo que Ele tem de se aproximar de cada ser humano ainda causa surpresa. É curioso saber que o que vem através Dele é sempre único e inédito.
A verdade é que todos nós temos a chance de viver sem precisar de máscaras. O que tanto tentamos esconder é o que pode ao menos nos revelar enquanto humanos. O que aparece no porão da alma de cada um também merece ser visto por todos, precisamos apenas querer mostrar. Isso é para ninguém pensar que as pessoas sofrem sozinhas – têm mais outros que também vivem conflitos que a aparência não demonstra.
Está quase chegando o dia e a hora em que teremos que nos apresentar diante do Infinito. O que temos de fazer para encontrar a vida que apenas há Nele? Apenas não temos de ter medo da entrega. O que faremos para estar aos pés Daquele que não pestanejou em morrer na cruz do calvário? Ele pediu para Deus que afastasse aquele cálice de dor. O Filho de Deus obedeceu…
O que olho hoje são líderes que no deserto aceitam as propostas de Satanás. Aceitam o reino deste mundo sem antes saber ao certo qual é o Reino de Deus. Qual será o destino daqueles que venderem seus dons em troca de um prato de lentilha? Sei que como ser humano não estou livre disso. Peço que o caminho da graça esteja diante de mim para que não esteja distante da vida que depois daqui me espera em Cristo Jesus.
Ao contrário do que hoje pregam – o falso evangelho – a primeira pessoa a ver Jesus Cristo ressurreto foi uma mulher comum e não àqueles cheios de conhecimento ou influências humanas. Como os moralistas explicariam este acontecimento? As pregações que afirmam que está perto de Deus apenas os ricos escorregariam ao explicar tais verdades bíblicas. Quero lembrar que Pedro era apenas um pescador… O apóstolo Paulo transformou-se em alguém pequeno para se aproximar de Cristo… João viu o Filho de Deus Glorificado e mesmo assim não se considerou alguém maior que os outros… Ainda bem que nesta época não existia a BMW para que estes apóstolos tivessem uma chance maior de cair em tentação…
Hoje em dia são considerados apóstolos os que são mais ricos e pregam riquezas que muitas pessoas jamais vão alcançar – eles têm capacidade de colocar as mãos em todas as coisas materiais, porém a maior riqueza não conseguem viver, a bênção da família. A igreja apostólica verdadeira reparte seus bens com os necessitados. Será que vemos isso com freqüência? Queria ver pessoas olharem para Cristo e aceitarem o mesmo convite que Pedro aceitou quando se jogou ao mar, a plenitude da vida no Filho de Deus. É quase impossível vermos alguém trocar a riqueza por tudo isso. O mais provável é que chorássemos igual ao jovem rico, ao ver que Jesus Cristo estava pedindo para que ele deixasse de lado o que estava ocupando um espaço precioso em seu coração. Talvez ele amargue por sua decisão por toda eternidade. Nós que ainda estamos vivos temos uma chance…
Autor:  Jean Mello, 26, criador da Ebenezer Cultura – jean.mello@ebenezercultura.com.br

0 comentários :

Postar um comentário

Sua opinião é importante.
-Não Publicamos Criticas de anonimos. Quer criticar? identifique-se!

- Não use "CAIXA ALTA"

- Antes de comentar, tenha certeza de que você entendeu o que acabou de ler, para que possa fazer um comentário relevante e dentro do contexto.

-Posts com ofensas a usuários e ao blog não serão publicados.

Para os "Crentássos alienados"
-Se você vier com aqueles papinhos de "Não toqueis no ungido do Senhor"! Segue nossa resposta prontinha pra você.
http://oproponente.blogspot.com/2010/01/nao-toqueis-no-ungido-do-senhor.html

Comente e volte para ver a resposta.
Obrigado pela visita